Você tem uma Empresa ou um Auto-Emprego?


Amigo empresário, a sua empresa é um verdadeiro negócio? É uma fonte de liberdade ou de escravidão?


Você pode dizer que ama o que faz. Que trabalhar em sua empresa é uma diversão. Ótimo.

Porém, não pode esquecer-se que sua empresa é um negócio e deve ser tratado assim. O mercado não permitirá que você aja e administre sua empresa com seus sonhos da época de estudante.


Então, o que é um verdadeiro negócio?


Nossa definição de negócio é: Primeiro, uma empresa COMERCIAL.

Sim, porque ela gera produtos ou serviços que são comercializados, ou, vendidos a outros.

Em segundo lugar, um verdadeiro negócio deve ser RENTÁVEL. Ou seja, o conjunto de suas operações tem que gerar lucro, porque se não, você estará trabalhando apenas para pagar contas.


O próximo passo é que sua empresa deve ser um negócio que FUNCIONE. Isso quer dizer que os processos básicos devem estar organizados e controlados de forma sistemática.

Então, até aqui temos que um bom negócio deve ser uma EMPRESA COMERCIAL, RENTÁVEL, QUE FUNCIONE... Será que para aí? Não!


Para completar, ela deve ser uma empresa que funcione SEM VOCÊ!

Agora temos que um negócio verdadeiro é uma Empresa Comercial, Rentável, que Funciona sem Você!

Utopia? Muito longe disso.


É importante que a empresa não dependa de você. Se sua empresa depende em excesso de você, não é um negócio, é um auto-emprego.

Sem dúvida, todos começamos assim, com um auto-emprego. É o caminho inicial.

Só que agora é importante que você se comprometa consigo mesmo a desenvolver sua empresa para que seja um negócio, uma Empresa Comercial, Rentável, que Funcione sem Você.


Como se consegue isso?


Confiando em sua equipe de funcionários, estabelecendo sistemas de trabalho. Então, um negócio funciona assim: você gerencia seu pessoal, a equipe controle os sistemas, e os sistemas fazem seu negócio funcionar.


Não se preocupe. Há maneiras de conseguir esse desenvolvimento de sua empresa.

O importante é saber que a situação de auto-emprego é uma situação de alto risco, porque se você, em algum momento – ainda que temporariamente - não pode dedicar seu tempo e seu esforço à empresa, o negócio pode “afundar”.


Por isso você precisa esforçar-se para que o andamento de sua empresa não dependa de você.


A sua empresa deve ser fonte de liberdade, e não de escravidão!

16 visualizações

© 2020 Pitcher Coaching | Todos os direitos reservados

CONTATO

E-mail: contato@pcge.com.br

Cel.: +55 16 98111-0400 / 98115-4000

SIGA-NOS

  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn