© 2020 Pitcher Coaching | Todos os direitos reservados

CONTATO

E-mail: contato@pcge.com.br

Cel.: 16 98111-0400 / 98115-4000

SIGA-NOS

  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn

Tenho um funcionário improdutivo - O que eu faço?


Vou te falar algo que talvez você não goste: “Você tem o funcionário que merece.” Chocante?


Bem, quem contratou esse funcionário? Quem treinou (ou deixou de fazê-lo)?


Daí, no final do mês, vem aquela dor: pagar o salário de um colaborador improdutivo. Além do salário, os encargos, os benefícios, e, o pior, a improdutividade.


O que você, como gestor de sua empresa, pode fazer para mudar ou melhorar esse quadro?


Aqui vão 5 ações para aumentar a produtividade da equipe:


1 – Seja um exemplo

Não tem jeito, a equipe é reflexo do seu líder. Suas atitudes determinarão as atitudes de sua equipe.


2 – Eduque as pessoas sobre o valor de agregar

Convide frequentemente os colaboradores a participarem de pequenas tomadas de decisões e discussões de melhorias, tornando-os agregadores. Quando eles se sentirem parte do time, irão voltar suas ações para efetivar-se em um membro agregador.


3 – Dê feedback objetivo e honesto

Sempre que oportuno, ou com um agendamento prévio, expresse para o colaborador a sua real percepção sobre a improdutividade dele e o quanto isso pode afetar todo o grupo. Além disso, informe-o que as atitudes dele são as que marcam, e, no futuro, numa eventual carta de referência, os erros poderão constar mais do que os acertos.


4 – Defina e comunique claramente os Indicadores Chaves de Desempenho

O que paga o salário de qualquer colaborador é o quanto dos objetivos do cargo ele atingiu. Se ele não sabe como será medido, provável que fará o que acha que tem que fazer. Seja claro nos objetivos e números que estima que ele atinja.


5 – Use a técnica do jardineiro

Um jardineiro procura oferecer todas as condições para que suas plantas consigam florescer. Quando um galho, ou uma folha, fica “doente”, ele busca remédios para curar. Depois de várias tentativas e, percebendo que não tem como recuperar aquele galho, ou aquela folha, ele simplesmente faz a “poda”.


É isso, um funcionário improdutivo e que resiste a todas as tentativas de ajuda, deve sugar tempo, dinheiro e energia de outra empresa.


Depois disso, contrate certo. Em geral, o grande problema está:

1) Na contratação;

2) Na definição do perfil adequado para a função vaga;

3) No esclarecimento de quais índices serão observados na avaliação de seu desempenho.


Você perceberá, dessa forma, que, na maioria dos casos, não existe funcionário improdutivo, e, sim, funcionário que está no lugar errado.


Aprenda a construir uma grande equipe e você não terá que lidar com funcionário improdutivo.


#coach #colaborador #produtividade #eficiência #business #empreendedorismo #action #planejamento #funcionário #dicasempresariais

158 visualizações